Cirurgia Bariátrica

A obesidade acarreta uma série de problemas para a saúde, como doenças cardiovasculares, hipertensão, diabetes tipo 2, cansaço, tumores de intestino, além de diminuir a autoestima e ocasionar a depressão.

Adotar uma rotina de alimentação saudável, a prática de exercício físico, dormir bem, evitar o consumo de bebidas alcoólicas e cigarro podem prevenir essa e outras doenças e auxiliar no tratamento.

Transformar a sua vida e te ajudar a ter equilíbrio entre saúde e qualidade de vida é o que motiva todos os dias o meu trabalho na área médica.

Vamos juntos cuidar da sua saúde e da sua obesidade!

5 fatos que você precisa saber sobre a cirurgia bariátrica

  1. A cirurgia bariátrica também é conhecida como gastroplastia, cirurgia da obesidade e cirurgia de redução do estômago.
  2. Além da obesidade, a cirurgia ajuda a conter outras doenças associadas, como hipertensão arterial, diabetes tipo 2, dislipidemia, esteatose hepática, refluxo com esofagite e apneia do sono.⠀
  3. Existem quatro tipos de cirurgia bariátrica: banda gástrica, bypass gástrico, gastrectomia vertical e derivação biliopancreática.
  4. Quando os pacientes perdem muito peso pode ocorrer um excesso de pele que precisará de uma cirurgia plástica para remover. E essa cirurgia poderá ser realizada assim que a perda de peso estiver estabilizada – 2 anos aproximadamente.
  5. As mulheres que realizam a cirurgia bariátrica precisam esperar entre 15 e 18 meses para engravidar, pois a perda de peso com a cirurgia pode afetar no crescimento do embrião.

Quem pode fazer a cirurgia bariátria?

Se engana quem acha que qualquer pessoa pode fazer a cirurgia bariátrica. Como uma cirurgia, existem riscos e é preciso ter cautela, até mesmo antes de operar, para não haver complicações na hora e no pós-operatório.

A cirurgia bariátrica é indicada para pessoas com obesidade grau 3, e também, com obesidade grau 2 associado a comorbidades, em pacientes que não mostraram mudanças com dieta e atividade física por um período mínimo de dois anos.

Para se indicar o tratamento cirúrgico, o índice de massa corporal (IMC) tem que estar:⠀

  • Igual ou maior que 35 kg/m² (obesidade grau 2), associado a comorbidades, como diabetes, hipertensão arterial, refluxo gastresofagiano, esteatose hepática e dislipidemia.
  • Igual ou maior que 40 kg/m² (obesidade grau 3), com acompanhamento médico e nutricional por dois anos e sem perda de peso suficiente.

Recomendada para pessoas de 16 a 65 anos, sendo que entre 16 e 18 anos, com a permissão dos responsáveis.

Lembrando que, a cirurgia é algo sério e, mesmo que mínima, tem seus riscos. Tome cuidado com o profissional que vai escolher e o local onde vai fazer.

Diferença entre cirurgia bariátrica e metabólica:

Muita gente ainda confunde o que é a cirurgia bariátrica e metabólica. Hoje, vamos falar sobre cada uma delas para te ajudar a compreender essas áreas de atuação.

  • A cirurgia bariátrica tem como objetivo principal reduzir o peso. Ela é feita quando não é mais possível perder peso por meio de atividades físicas e de uma dieta rigorosa e ocorre a necessidade de um tratamento cirúrgico para fazer uma redução de peso e contenção de outras doenças no paciente.
  • Já a cirurgia metabólica tem a finalidade de tratar diabetes ou outras doenças referentes. Com um procedimento parecido com o da bariátrica, a cirurgia metabólica será utilizada em casos de diabete tipo 2, com pacientes obesos.

     

WhatsApp chat