Doença do Refluxo

A doença do refluxo gastroesofágico, também chamada de DRGE, atinge o trato digestivo, que acontece quando o músculo e esfíncteres que deveriam impedir que o ácido do estômago saia do seu interior não funcionam de forma adequada. 

A DRGE é uma condição comum, que afeta em torno de 21% dos brasileiros todos os meses, e pessoas de todas as idades podem ser afetadas pela doença, incluindo crianças. 

É uma doença de fácil tratamento, mas muitas pessoas não sabem que sofrem dela, pois seus sintomas são associados a outros problemas. Os mais comuns são: azia; regurgitação; dor ou desconforto no peito; tosse crônica; garganta inflamada e/ou rouquidão; distúrbios do sono e sintomas noturnos.

O grau da inflamação causada no esôfago pelo refluxo depende da acidez do conteúdo do estômago e da quantidade de ácido que entra em contato com a mucosa do esôfago, podendo causar uma doença chamada esofagite, porque o revestimento do estômago o protege contra os efeitos de seus próprios ácidos, mas o esôfago não possui essas características, sofrendo uma sensação desconfortável de queimação, chamada azia.

Os sintomas tendem a piorar quando dobra-se o corpo para baixo para pegar algo do chão, por exemplo, ou quando a pessoa permanece na posição horizontal após a refeição, como ocorre na hora de dormir. A esofagite, se não tratada corretamente, pode até levar ao câncer. 

O tratamento para o refluxo pode ser feito com medidas simples, como fazer uma alimentação adequada e usar remédios que acelerem o esvaziamento gástrico, reduzem a quantidade de ácido no estômago ou antiácidos que neutralizam a acidez já presente no estômago.

WhatsApp chat